se revelando


Me revelando:



ANDREIA DEQUINH@, menina-mulher de 28 anos, professora, escorpiana do dia 29/10, ansiosa até pra nascer (8 meses), que mora num paraíso chamado Cabo Frio (RJ), que adora fazer amizade, se apaixonar, ler, escrever, cantar em videokê, viciada em Net (especialmente em blogs), apaixonada por Clarice Lispector, Machado de Assis e Fernando Pessoa (entre outros), que AMA saborear as mais diversas revelAÇÕES (renascidas aqui na Uol em 27/01/04) e acredita no tal do
"encaixe perfeito"...


E-mail:
(andreiadequinha@ig.com.br)




Eu e minha amiga Andyzinha, de Araruama


Som que revela:


Encostar na tua
(Ana Carolina)


Revelações passadas:

 01/05/2004 a 31/05/2004
 01/04/2004 a 30/04/2004
 01/03/2004 a 31/03/2004
 01/02/2004 a 29/02/2004
 01/01/2004 a 31/01/2004


Selos revelados:





Votação:

 Dê uma nota para meu blog


O que adoro:

Brasil - RJ - Cabo Frio
Meus pais - Minhas sobrinhas - Meus amigos verdadeiros - Blogs
Comentários - Revelações
Surpresas - Dar aulas
Sorvete de flocos
Lasanha - Videokê - Fazer amizade - Telefonar
Literatura - Cartas
Livros - E-mails - Net
Filmes de suspense
Trident de hortelã
Chocolate - Torta alemã
Mousse de maracujá - Chá de pêssego - Fotos dos amigos - Pizza - MPB
Chandele de papaya com cassis - Cartões - pés descalços depois de usar salto - Olhos - Mãos
Sorrisos - carícias
Cheiro de terra molhada
Chuva - Cantadas espontâneas - Caldo verde
Lua - Sol - Pipoca salgada
Pintar cabelo
Massagem - Fazer unha
Roupa nova - Vida.


O que detesto:

Salário de professor
Rosinha e Garotinho
Contas de telefone
Mentira - Falsidade
Egoísmo - Alunos abusados
Funk - Conexão discada
Comida japonesa - Filas
Mocotó - Jiló - Inveja
Ônibus lotado - Acordar cedo - Academia
Violência - Tomar banho frio - Gente chata
Espirrar - Tênis - Frio
Injustiça - Omissão
Políticos - Impunidade
Carregar guarda-chuva
Chat - Cantadas baratas
Sapos disfarçados de príncipes - Pipoca doce
Tirar sobrancelhas
Depilação - Unhas quebradas - Espinhas
Morte.


Reflexões reveladas:


"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato. Ou toca, ou não toca."

(Clarice Lispector)

"Não é fácil escrever.
É duro quebrar rochas... Mas já que se há de escrever, que ao menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas. Minha liberdade é escrever. A palavra é o meu domínio sobre o mundo."


(Clarice Lispector)

"Eu te recebo de pés descalços: esta é minha humildade e esta nudez de pés é a minha ousadia."

(Clarice Lispector)

"Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando."

(Clarice Lispector)

"Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento. Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Eu sou uma pergunta."

(Clarice Lispector)


Blogs revelados:

 A barca
 À flor da pele (Dânae)
 Aldeia nua
 Alma do meu sonho
 Ampulheta azul
 Análise sintática
 As cartas de Torin
 Avesso dos olhos
 Bambu oco
 BetaMania
 Caderno de sonhos
 Caminho da Dati
 Caminhos da terra
 Carmim
 Casa de contos
 Cenas
 Cortes e recortes da Debbie
 Conto de réis
 Cristalino
 Crônicas da Mônica
 Dance comigo
 De coleirinha
 De onde canta o sol
 Devaneios
 Diálogos impertinentes
 Dizes
 Doce maior
 Enquanto houver sol
 Ensaio geral
 Erros de semântica
 Estações
 Estante mágica da Ana
 Eu e o poeta
 Extremos
 Fragmentos amorosos
 Ícaro Beranger
 Interlóquio
 Inverso
 Ipsis litteris
 Jardim de poesia
 Ladeira da memória
 Linhas tortas
 Literatus
 Macabéa
 Não discuto
 Nuvens que passam
 Ou isto ou aquilo
 O véu de Maya
 Palavras mal-ditas
 Perto do coração selvagem
 Pisciana
 Placebos
 Poema Expresso
 Post Scriptum
 Rua ramalhete
 Savoir Faire
 Ser viajante
 Sete ofícios
 Simplesmente Ana
 Sopa virtual
 Strange Loops
 Substractum
 Teia de textos
 Tem que ter culhão!
 Teófilo Tostes
 Teoria do conceito
 Todos os sentidos
 Trem azul
 Umbigo do sonho
 Ventos alísios
 Versamentos


Mais blogs:

 Além das palavras
 Amante do James Bond
 Ana Aluada
 A vida como a gente pinta
 Blog da Issa
 Blog da My Girl
 Blog da Van
 Cada dia uma poesia
 Caminhando e cantando
 Chocolates
 Cnodai Theela
 Confissões diárias
 Defenestrando
 Delírios ilícitos
 Deixa a vida me levar
 Desnudas
 Diário muito íntimo
 Dinovo da Teka
 Escritos e memórias
 Fases da Letícia
 Garota Marota
 Literária
 Lua nua
 Minha vida é uma novela
 Mistérios do coração
 Muito além das palavras
 Nina Flores
 No armário da Cá
 No limite da razão
 Olhar nordestino
 Olhos vidrados
 O Monoglota
 Panacéia da Eli
 Passado presente
 Pé na cova
 Pensamentos imperfeitos
 Pra falar de tudo
 Rúbia euzinha
 Sadangel
 Tacinha na cama
 Tempero doce
 Tudo é lindo indo além
 Túlio di bão
 Uma menina no sótão
 Um outro lado


Sites revelados:




TrocaPop.Com


Letras de Música




by letras.mus.br







Eu estou no Blog List



Tempestade de emoções e sentimentos... Despedida!!!


 
Olá, povinho lindo! Esta semana tem sido meio estranha pra mim e ainda não tenho o raio do diagnóstico. Sentimentos mais confusos ainda do que o habitual... sensações antagônicas e que me cortam o ser, mesmo sem saber disso.

Na terça-feira pela primeira vez não acompanhei meu pai ao INCA, pois eu precisava fazer o Conselho de Classe numa das escolas em que trabalho e não tinha como faltar... Aperto no peito e vontade de chorar quando coloquei meu pai dentro do ônibus... Essa cena adquiriu um ar de abandono, que, no fundo, eu sabia que não era, mas...  Como explicar isso racionalmente a um coração que se recusa a entender?!?  Impossível... Minha irmã o encontrou lá e o acompanhou na consulta. Graças a Deus tudo correu bem e papai foi logo atendido. Eu ligava de hora em hora pra obter notícias (convenci com muito custo fazê-lo levar o celular de mamãe).  Conversaram com o urologista e agora é aguardar uma ligação do INCA (que eu espero que não demore) pra marcar o dia da tal raspagem (a primeira, pois será preciso fazer duas, por etapa).

Mais duas pessoas que iam conosco de ônibus pro INCA faleceram... (choro silencioso e tentando ser discreta por causa de papai).

Muitas espinhas no rosto (TPM), corpo inchado (tb conseqüência da TPM e que a mulherada conhece bem) e manchas roxas habitando minhas pernas (estresse e um nervosismo que nem sempre constato).

Difícil de engolir pessoas que vão para o Conselho de Classe sem a menor vontade de estar lá, como meros figurantes (pior do que isso até). Uns 10 professores presentes e só três levando a sério. Depois ainda reclamam dos alunos! Por alguns minutos me senti mal por ter "preferido" estar ali, levando a minha profissão a sério, enquanto deixei meu pai ir sozinho ao Rio...

Só sei que ontem não consegui trabalhar, pois discuti com mamãe, que deve achar que eu não sinto sono e que não me abalo com as coisas, e me descontrolei, tendo um ataque de choro, sentido. Liguei pra escola pra avisar. Fiquei em casa tentando descansar, tentando não me sentir culpada por ter faltado, tentando achar que dormir é necessário e não é perda de tempo... Tudo isso junto com uma puta TPM... Ninguém merece!!!

Ligação de alguém que sumiu há um mês, me deixando preocupada... Estava perdido no México a trabalho e o e-mail avisando foi extraviado. Engraçado como às vezes vc espera sentir a frieza da distância (no tempo e no espaço) e se surpreende ao perceber que tudo continua tão próximo como antes, ou mais...!!! Porém, recebe um e-mail de outra que contém exatamente a tal distância, abismal e gélida. Coisas que não se explicam, só se sentem...

Deixar de lado um mal entendido que magoa, tornar o lobo meio cordeiro de novo, decidir dar seqüência a uma amizade linda, deixando pra trás uma pedra que machucou a pontinha do dedão...

Assim foi basicamente meus últimos dias e hj ainda é quinta-feira...  Ai, ai!!!! O que mais terei pela frente?!? Só vendo...

E ainda na quinta-feira a UOL deletou, segundo eles, após denúncia de uma pessoa mal amada e invejosa que disse ter se sentido ofendida com o conteúdo, o meu blog erótico ENCAIXE PERFEITO. Engraçado que quando raramente me sinto agredida por alguma coisa, que, diga-se de passagem, eu li pq quis, ninguém nos obriga a isso, é só tomar uma simples decisão: não voltar mais lá, mas... Nem todo mundo pensa de forma igual, infelizmente. E sei que nada tem a ver com o conteúdo, pois existem blogs mais pesados por aí, e sim tem a ver com a INVEJA mesmo. Dá trabalho sermos bem resolvidos, mas... Podem acabar com as flores, mas jamais com a primavera. Foi o recado que deixei pra me despedir. Evidentemente não teria mais como ficar na Uol depois disso, então este cantinho aqui tb está em clima de despedida. Minhas revelações terão uma pausa, até eu pensar se e onde renascerei. Podem deixar que aviso com prazer a todos vcs, ok?

Estou utilizando esta semana pra fazer mudanças, então peço a todos que usam os meus e-mails da UOL, pra fazerem a alteração e que passem a usar o andreiadequinha@ig.com.br ou o dequinha@cabofrio.psi.br (quando forem coisas mais pesadas). Agradeço de coração, onde os levarei sempre, com blog ou sem. Certo?

Enquanto isso, ouço  uma música linda que conheci ontem, oferecida pela ROSANEGRA e que compartilho com vcs hj. Espero que gostem! E aproveito pra dizer a essa minha querida amiga pra ela ter muita fé porque tudo dará certo. TUDO MESMO!!!  Um beijo a todos...

 

 
Esperando aviões 

Meus olhos te miram triste
Olhando pro infinito
Tentando ouvir o som do próprio grito
E o louco que ainda me resta
Só quis te levar pra festa
Você me amou de um jeito tão aflito!

Que eu queria poder te dizer sem palavras
Eu queria poder te cantar sem canções
Eu queria viver morrendo em sua teia
Seu sangue correndo em minha veia
Seu cheiro morando em meus pulmões...

Cada dia que passo sem sua presença
Sou um presidiário cumprindo sentença
Sou um velho diário perdido na areia
Esperando que você me leia
Sou pista vazia esperando aviões...

Sou lamento no canto da sereia
Esperando o naufrágio das embarcações...

(Vander Lee)



Revelado pela Dequinh@ às 12:46:57



[] [Envie esta revelação]




Aposentando "panelas" passadas e fugindo das futuras...


 
 
Apareci pra dar notícias de papai, sobre o dia 28, pois sei que todos aqui têm carinhosamente acompanhado nossa angústia, mas tb nossa esperança de que as coisas vão dar certo muito em breve! Obrigada pela torcida sempre! A viagem foi tranqüila, a espera cansativa, mas a médica terminou de analisar o tal do risco cirúrgico e liberou papai pra raspagem. O coração dele está um pouco maior do que o normal, mas nada que comprometa a operação... Ufa! Ainda bem! Receitou um remedinho pra amenizar isso e dia 4 próximo ele estará novamente lá no INCA pra acertar tudo com o urologista! Não vejo a hora! Tô ainda mais ansiosa do que ele! Impressionante!
 
Estou soltando a panela e se precisar me apegar a outra novamente que seja como a minha querida xará apelidada de Cuca comentou: só aceito se for uma panela fria de brigadeiro!!! Delícia!!! rs rs rs  Abro exceção tb para aquelas panelinhas que as minhas sobrinhas adoram trazer pra brincar comigo no quintal daqui de casa... rs rs rs Tirando isso, tô fora... fico quietinha na minha... prefiro.
 
Não vou desejar um feliz dia do trabalhador porque sabem da minha aversão a essas datas específicas... além do mais, trabalhador é bicho tão azarado que até o raio do feriado cai no sábado e, por isso, nem parece feriado... rs rs rs  Mas pelo menos dá pra gente se sentir meio orgulhoso por estar trabalhando (por pior que seja o emprego e o salário) num país onde o desemprego cada vez aumenta... Pena que não dá pra ficar contente com o aumento (?) do salário mínimo! Uma vergonha, né? Hunft!
 
Vcs não têm noção do quanto eu me irrito quando me culpam por algo que eu não fiz... Pior que nem desconfiaram, afirmaram! Com todas as letras... Tô irada até agora... Apesar de sentir saudades dos papos com uma certa pessoa, foi melhor mesmo ter acontecido logo isso antes que ganhasse mais espaço em meu coração... Lobo em pele de cordeiro?!? Nada contra lobos (assumidos), mas... tudo contra as encenações e contra os disfarces, conscientes ou inconscientes. Vamos ver então se o Lulu Santos tocando bem alto aqui no micro e uma barra de GALAK salvam o meu humor neste sábado... Bom findi, queridos!!! Beijocas...
  

  
Apenas Mais Uma De Amor
 
Eu gosto tanto de você
Que até prefiro esconder
Deixo assim ficar
Subentendido

Como uma idéia que existe na cabeça
E não tem a menor obrigação de acontecer

Eu acho tão bonito
Isto de ser abstrato baby
A beleza é mesmo tão fugaz

É uma idéia que existe na cabeça
E não tem a menor pretensão de convencer

Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então,
A alegria que me dá
Isso vai sem eu dizer

Se amanhã na for nada disso
Caberá só a mim esquecer
O que eu ganho, o que eu perco
Ninguém precisa saber
 
( Lulu Santos / Nelson Motta )


Revelado pela Dequinh@ às 17:44:03



[] [Envie esta revelação]




Chamem um adulto, por favor!
E que ele arranque a(s) panela(s) de mim...


 
 
Puf, puf, puf... Aqui estou eu, correndo, sempre apressada, e chateada por não ter ido ao casamento do irmão de uma querida amiga, assim como ontem tb não fui à reuniãozinha da minha amigona NINNA em comemoração do seu niver, mas... estava passando mal do estômago graças à minha gula... Devorei todos os pedacinhos de bacon da farofa que mamãe fez (ô perdição!). Só espero que elas tenham entendido. Aliás, espero que vcs todos entendam as minhas ausências, feitas a fórceps, pois adoraria poder estar mais presente nas vidas de vcs, como antes, mas o mundo lá fora me chama, exige minha presença, me obriga a tomar sérias decisões e a fazer opções... algumas inadiáveis... dolorosas... Tudo o que eu mais queria agora era poder voltar a ser uma menininha que antes catava, contente e despreocupada, conchinhas naquela antiga praia e, quando me deparasse com alguma responsabilidade maior ou me sentisse correr algum perigo, que pudesse simplesmente dizer: POR FAVOR, CHAMEM UM ADULTO!!! Esse adulto sou eu... e às vezes como dói detectar isso, né?  No mais, converso hj com vcs através de metáforas e pouco a pouco ganho pêlos e me transformo num urso que luta pra não morrer, mas que tem muita dificuldade pra soltar a panela, aliás, várias... E vc?!? Beijos, lambidas e dia 28 papai irá ao INCA de novo... Rezem por ele... Não sei se volto aqui antes disso, então... Bom domingo, boa semana, bom tudo! rs rs rs  
 
 
SOLTE A PANELA
 
Certa vez, um urso faminto perambulava pela floresta em busca de alimento. A época era de escassez, porém, seu faro aguçado sentiu o cheiro de comida e o conduziu a um acampamento de caçadores. Ao chegar lá, o urso, percebendo que o acampamento estava vazio, foi até a fogueira, ardendo em brasas, e dela tirou um panelão de comida.

Quando a tina já estava fora da fogueira, o urso a abraçou com toda sua força e enfiou a cabeça dentro dela, devorando tudo. Enquanto abraçava a panela, começou a perceber algo lhe atingindo. Na verdade, era o calor da tina... Ele estava sendo queimado nas patas, no peito e por onde mais a panela encostava.

O urso nunca havia experimentado aquela sensação e, então, interpretou as queimaduras pelo seu corpo como uma coisa que queria lhe tirar a comida. Começou a urrar muito alto. E, quanto mais alto rugia, mais apertava a panela quente contra seu imenso corpo. Quanto mais a tina quente lhe queimava, mais ele apertava contra o seu corpo e mais alto ainda rugia.

Quando os caçadores chegaram ao acampamento, encontraram o urso recostado a uma árvore próxima à fogueira, segurando a tina de comida. O urso tinha tantas queimaduras que o fizeram grudar na panela e, seu imenso corpo, mesmo morto, ainda mantinha a expressão de estar rugindo.

Quando terminei de ouvir esta história de um mestre, percebi que, em nossa vida, por muitas vezes, abraçamos certas coisas que julgamos ser importantes. Algumas delas nos fazem gemer de dor, nos queimam por fora e por dentro, e, mesmo assim, ainda as julgamos importantes. Temos medo de abandoná-las e esse medo nos coloca numa situação de sofrimento, de desespero. Apertamos essas coisas contra nossos corações e terminamos derrotados por algo que tanto protegemos, acreditamos e defendemos.

Para que tudo dê certo em sua vida, é necessário reconhecer, em certos momentos, que nem sempre o que parece salvação vai lhe dar condições de prosseguir. Tenha a coragem e a visão que o urso não teve. Tire de seu caminho tudo aquilo que faz seu coração arder. SOLTE A PANELA!!!

(Autor desconhecido)



Revelado pela Dequinh@ às 00:49:17



[] [Envie esta revelação]




Transgressões... laços ou punhais... palavreando sempre!!!


 
Tenho ficado bem contente que, mesmo estando meio afastada da Net e postando esporadicamente, tenho recebido as visitinhas carinhosas dos amigos, que vivem opinando sobre os assuntos que vou revelando e dando à luz. Muito obrigada! Por causa disso resolvi colocar um sistema de comentários alternativo, reserva, pra quem antes tinha dificuldade em fazer funcionar o daqui da Uol. Assim ninguém precisa se silenciar, a não ser aqueles birutas anônimos de sempre, que deixam recados hostis a fim de me tirarem do sério, INUTILMENTE, pois estou em paz e FELIZ!!! Agora já tenho como bloquear esses seres, que insistem em se esconder atrás do anonimato e das máscaras, bloqueando-os e controlando IPs, a começar pelo 200.253.30.66 (pra quem quiser usar como cobaia! rs). Portanto, cuidado! E lembre-se de que não tenho a pretensão de ser adorada por todos nem quero que todos me leiam... o faz quem quer e quem gosta, portanto, acho patético quem entra aqui pra criticar e sempre volta... além do mais, aceito críticas, desde que tenham nome e e-mail, como são as minhas, sempre que as faço.
 
Neste findi aproveitei pra corrigir minhas provinhas e elaborar as de recuperação paralela, curtir um pouco as minhas sobrinhas lindas que estavam aqui em Cabo Frio, ler um bocadinho e ainda me diverti pacas no casamento de uma ex-aluna minha, a Iara. Que ela seja super feliz! Tudo isso serviu pra eu suportar bem (apesar da tristeza inerente a toda perda, seja ela qual for) a morte de um senhor que trabalhou comigo e que eu encontrava de vez em quando fazendo quimioterapia no INCA (tinha câncer na garganta, mas o que o matou mesmo, acho eu, foi a maldita depressão e tb o ócio).  Que o senhor descanse em paz agora, Seu Nubiel!
 
O meu coração tb tem andado em paz, embora não tenha podido confirmar determinadas impressões... Sabe quando vc acredita que certos sentimentos estão mortos e enterrados e de repente vc vê que eles tentam ressuscitar com um simples e fraterno contato telefônico?!? Pois é... Detectei uma puta mudança no que sinto e espero, mas ainda não foi possível diagnosticar se ainda cultivo algum AMANHÃ...  Mas quem falou que tenho sempre que exigir soluções, certezas e viver decifrando enigmas, né? Posso muito bem cultivar as incertezas e as indagações por um tempo sem deixá-las me atormentar, como muitos fazem. Não mata. Assim espero. rs rs rs
 
Fico por aqui, deixando uma passagem da Lya Luft, encontrada no livro que comecei a ler agora há pouco: "PENSAR É TRANSGREDIR" (uma deliciosa verdade, uma sedutora transgressão!). Ela faz parte da crônica entitulada "Laços e punhais" e espero que sirva de estímulo para que vcs possam refletir e, claro, transgredir sempre. Topam?!? Vou indo nesta, terminar de ler um dos meus livrinhos novos (adoro) e escrever algumas cartinhas que estou devendo. Beijos e boa semana, cheia de luz e ânimo. Até mais.
 

 
Certa vez errei uma tecla do computador e em lugar de "perdas" saiu "peras". Eu ia corrigir, mas li de novo, achei muito mais bonito e deixei assim. Ninguém reclamou, nem os revisores...  Dessa maneira acontecem mal-entendidos: amizades se perturbam, amores se rompem, pessoas se desencontram e magoam... Palavras esvoaçam como bilhetes, sinais de fumaça ou borboletas perdidas... Então nem sempre que alguém dizia "flor" o outro pensava "flor"? E podia entender "pedra"? Nada era simples. Pra mim as palavras eram objetos mágicos, mas via que podiam ser traçoeiros. Belos de olhar, mas duros, com arestas cortantes; caramelos de vários sabores que eu deixava rolar na boca com delícia, porém a gente podia se engasgar, até morrer. Não era só prazer a linguagem: peras, perdas, fazer falta, estar em falta ou sentir falta. Desacordo, desconserto. Ambivalentes como nós, palavras preparam armadilhas ou abrem portas de sedução. Embalam ou derrubam, enredam em doces laços, ou nos matam dolorosamente -- como punhais." 


Revelado pela Dequinh@ às 02:21:28



[] [Envie esta revelação]




Um misto de emoções, sentimentos e impressões...


Infelizmente não consegui passar aqui a tempo de desejar a todos uma feliz e doce Páscoa, mas acredito que todos tenham tido, pois são merecedores disso! Sempre! Estava dando uma lidinha nos blogs de alguns amigos (tentando me redimir, mas falta taaaaaaaaaaaanto) e me deparei com um post bem legal do TÚLIO, que curiosamente expressa a minha visão sobre essas datas, especialmente a Páscoa e o Natal, que estão cada dia mais perdendo o seu real significado e dando espaço a um consumismo absurdo e vazio. Que saibamos dizer NÃO a essas coisas, embora às vezes seja um pouco difícil, pois acabam vindo de forma natural e inconsciente, mas perigosa! Que saibamos aproveitar então essa data pra renascermos... e sempre que for preciso!!!
 
 
Não estou dizendo que os ovos e todo o chocolate, que são deliciosos, devam ser ignorados (até pq eu tb adoro, apesar de a minha balança e minha pele detestarem), mas devem ficar em segundo plano SIIIIIIM e que o dia não se limite a eles! Que saibamos adoçar o nosso dia e a nossa vida de uma outra maneira e que isso se estenda especialmente aos nossos corações! Conheço muita gente que tem se esbaldado de chocolate e que continua amarga, conseguindo apenas e tão somente um piriri dos brabos! rs rs rs
 
Páscoa à parte, continuo em clima de reflexões e tentando entender determinados fatos... Talvez nunca consiga entendê-los, mas juro que tento! Devem estar se perguntando: O QUE FOI QUE ACONTECEU DESTA VEZ?!? Explico, antes que pensem que foi mais uma desilusão amorosa que tive ou que papai piorou (ele está bem, obrigada, sem sonda desde segunda passada, sem dor e tem consulta amanhã). O pai de uma querida amiga minha (e minha ex-professora da faculdade) se matou dando um tiro na cabeça! Liguei pra ela a fim de consolá-la, mas acabei falando menos do que gostaria, pois as lágrimas corriam vastas. A sensação de senti-la anestesiada e sem nada entender me deixou completamente impotente e triste! Comecei a pensar o que levaria uma pessoa a tirar a própria vida... Não creio que eu tivesse coragem (ou covardia?) para fazer isso, nem se a minha vida estivesse um caos. Tentei tb me colocar no lugar dela. E se fosse meu pai?!? Não sei se teria forças pra reagir... não mesmo! Mas só quero dizer que estou orando muito por vc e por sua família, Cristina, mas tb aproveito pra agradecer a Deus por ofertar serenidade e força suficientes ao meu pai pra passar por tudo o que está passando sem perder a esperança, a fé e a vontade de viver...
 
 
Em meio a todas essas reflexões, ainda encontrei uma alegria reserva lá no fundinho do meu ser pra comemorar ontem, mesmo de longe, os 7 ANOS DE EXISTÊNCIA da minha querida sobrinha ISABELLA!!! Como o tempo passa depressa... Parece que foi ontem que essa peruazinha linda nasceu, me emocionando e trazendo mais vida pra minha vida (desculpem o trocadilho). Que Papai do céu a ilumine sempre e jamais duvide do quanto essa sua tia coruja aqui a ama, viu!!! Muito, muito, muito...  TUDO DE BOM!!! Beijos a ela e beijos a todos, pois hj acho que já "falei" demais... Valeu o desabafo!!! Até mais. Boa semana!!!


Revelado pela Dequinh@ às 14:42:46



[] [Envie esta revelação]